Colectivo Gira Sol Azul feat. Tony Momrelle

22 de Julho, 2021 – 21H30
Parque Aquilino Ribeiro

Direção musical: Joaquim Rodrigues
Com Tony Momrelle (voz), Xosé Miguelez (sax tenor), Joaquim Rodrigues (teclados), Bruno Pinto (guitarra), Pedro Lemos (baixo elétrico), Miguel Rodrigues (bateria), Ana Bento, Catarina Almeida, Célia Botelho e Ricardo Augusto (coros)
Musical Direction: Joaquim Rodrigues
With: Tony Momrelle (voice), Xosé Miguelez (tenor sax), Joaquim Rodrigues (keyboards), Bruno Pinto (guitar), Pedro Lemos (electric bass), Miguel Rodrigues (drums), Ana Bento, Catarina Almeida, Célia Botelho and Ricardo Augusto (choirs)

POR
Tony Momrelle é um dos músicos de soul mais emocionantes e significativos do palco britânico moderno. Nos seus mais de 20 anos de carreira atuou ao lado de alguns dos maiores artistas do mundo como Incognito, Earth, Wind & Fire, Gloria Estefan, Whitney Houston, Chaka Khan, Sade, Gary Barlow, Gwen Stefani, Robert Palmer, entre muitos outros. Em 2015 lançou a sua carreira solo com o aclamado álbum de estreia ‘Keep Pushing’ seguido em 2019 de ‘Best Is Yet To Come’. Descrito como ‘um pilar da cena soul do Reino Unido’, Tony Momrelle posiciona-se claramente como um igual e contemporâneo dos luminares com quem colaborou.
Neste concerto único, resultado do encontro em residência com o colectivo Gira Sol Azul, Momrelle apresenta uma tela vibrante e diversificada de canções com elementos vitais unificadores como a qualidade absoluta das composições e o poder vocal único que apenas o próprio Tony Momrelle apresenta.

ENG
Tony Momrelle is one of the most exciting and significant soul musicians on the modern British stage. In his 20+ year career he has performed alongside some of the world’s greatest artists such as Incognito, Earth, Wind & Fire, Gloria Estefan, Whitney Houston, Chaka Khan, Sade, Gary Barlow, Gwen Stefani, Robert Palmer, among many others. In 2015 he launched his solo career with the acclaimed debut album ‘Keep Pushing’ followed in 2019 by ‘Best Is Yet To Come’. Described as ‘a pillar of the UK soul scene’, Tony  Momrelle clearly positions himself as an equal and contemporary of the luminaries he has collaborated with.
In this unique concert, a result of meeting in residence with the Gira Sol Azul collective, Momrelle presents a vibrant and diverse canvas of songs with vital unifying elements such as the absolute quality of the compositions and the unique vocal power that only Tony Momrelle himself displays.

BIOGRAFIA

Tony Momrelle
Tony Momrelle é um dos mais excitantes e importantes músicos de soul do britânico moderno. Numa carreira musical que abrange mais de 20 anos, atuou com alguns dos maiores artistas do mundo: Incognito, Gloria Estefan, Celine Dion, Janet, Whitney Houston, Chaka Khan, Sade, Gary Barlow, Andrea Bocelli, Gwen Stefani, Robert Palmer, grupo de música gospel Seven e muitos mais.
No Outono de 2016 apoiou a lendária digressão de “Earth, Wind & Fire” pelo Reino Unido. Momrelle foi o vocalista masculino principal da famosa banda britânica acid-jazz Incognito durante mais de dezasseis anos antes de lançar a sua carreira a solo.
O seu aclamado álbum de estreia ‘Keep Pushing’ foi lançado em 2015, seguido por uma Edição Deluxe doze meses mais tarde. Com participações convidadas de Talib Kweli, Chantae Cann e Tony Remy, o álbum é uma mistura contagiante de sintetizadores inspirados nos anos oitenta, teclas jazzy, piano clássico e vocais soul ascendentes.
Canalizando Hathaway, Wonder e inúmeros outros sons, estilos e ideias através da sua interpretação autêntica e profundamente contemporânea do que a música soul britânica significa hoje em dia, Momrelle percebeu algo profundamente especial em ‘Keep Pushing’. O forte apoio da rádio de mainstream e regional ao álbum culminou em quatro singles da BBC Radio 2 – listados e em contínua transmissão por toda a Europa. O ‘Keep Pushing Tour’ de Momrelle voou por todo o mundo, tocando para audiências esgotadas em locais e festivais no Reino Unido, Austrália, Itália, Alemanha, Rússia e França. Em solo britânico, tem deslumbrado o público no EFG London Jazz Festival e Cheltenham Jazz Festival durante vários anos consecutivos. Aparições notáveis nos media em 2017/18 incluíram um dueto íntimo com Jools Holland ao vivo no muito amado programa da BBC One ‘Later with Jools Holland’, bem como colaborações distintas com a Orquestra Guy Barker e Big Band para a BBC Radio 2 – incluindo uma atuação recente no Coliseu de Londres ao lado de Gregory Porter & Friends para ‘Friday Night Is Music Night’. O seu segundo álbum de estúdio ‘Best Is Yet To Come’ foi lançado a 26 de Abril de 2019. Acabado de sair do sucesso do novo single ‘Rising Up’, descrito por SoulTracks como “um clássico instantâneo” e apoiado por Trevor Nelson na BBC Radio 2, Tony Momrelle regressou com um novo e requintado corpo de trabalho que representa um momento decisivo na sua carreira a solo. ‘Best Is Yet To Come’ é indiscutivelmente o melhor álbum de Momrelle até à data, demonstrando verdadeiramente a sua excecional proeza como compositor, bem como mostrando a extraordinária capacidade vocal pela qual é amplamente conhecido. Descrito por Trevor Nelson como “um dos pilares da cena soul britânica”, Tony Momrelle canalizou o seu talento inimitável para o seu projeto a solo, cujo resultado é um álbum que o posiciona claramente como um igual e contemporâneo dos luminares com quem colaborou. Desde o otimismo caloroso da faixa título, ao funk da discoteca ‘You Got It’ e ao som suave da alma em ‘We Searched For Heaven’, Momrelle apresenta uma tela vibrante e diversificada de canções que realçam o melhor do seu talento, deixando a sensação de que o ‘Best Is Yet To Come’ tem algo para todos apreciarem. No entanto, há elementos vitais em cada faixa que unificam tudo: a pura qualidade de composição e o vocal único e poderoso de tenor que só o próprio Tony Momrelle pode proporcionar.

VÍDEO * VIDEO