Marcos Cavaleiro

30 de Março, 2022 – 21H30
Carmo'81

Concerto: Jazz
Duração:  50 min. aprox.
Com: João Guimarães (Saxofone Alto); José Pedro Coelho (Saxofone Tenor); André Fernandes (Guitarra); Demian Cabaud (Contrabaixo); Marcos Cavaleiro (Bateria)
Tag: Jazz
Duration:  50 min. aprox.
With: João Guimarães (Alto Sax); José Pedro Coelho (Tenor Sax); André Fernandes (Guitar); Demian Cabaud (Bass); Marcos Cavaleiro (Drums)

POR
“Sete” dá título ao primeiro disco do baterista português Marcos Cavaleiro, editado em 2020 pelo Carimbo Porta-Jazz.
Este registo assinala o seu ponto de partida como líder e compositor, tendo a sua relação pessoal com os dias e os lugares servido de inspiração ao universo do disco.
Consigo estarão quatro grandes músicos do panorama nacional e internacional, companheiros chave do seu percurso, com os quais tem desenvolvido uma grande afinidade musical ao longo dos últimos anos.

ENG
“Sete” is the title of the first record by Portuguese drummer Marcos Cavaleiro, released in 2020 under the label Carimbo Porta-Jazz.
This record marks his starting point as a leader and composer, with his personal relationship with days and places serving as inspiration for the album’s universe.
With Marco will be four great musicians of the national and international scene, key companions of his career, with whom he has developed a great musical affinity over the past years.

JOÃO GUIMARÃES
João Guimarães, líder do grupo, músico, compositor e saxofonista. Já antes de rumar para Nova Iorque para estudar na Manhattan School of Music, depois de concluída a sua formação na ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo) João Guimarães (saxofone) era membro da Orquestra de Jazz de Matosinhos. João é exemplo cimeiro, entre os músicos da sua geração, de um instrumentista simultaneamente detentor de competências técnicas invejáveis, por um lado, e da manutenção da curiosidade e gosto pela experimentação. É membro da Orquestra de Jazz de Matosinhos, do trio Hitchpop e fez parte da banda portuense Insert Coin, entre outros. Depois do seu primeiro trabalho como líder, Zero, para octeto, lançado pela TOAP e encomenda do Festival de Jazz de Guimarães em 2013, lança em 2020 um novo disco -UM.

JOSÉ PEDRO COELHO
José Pedro Coelho, nascido em 1984, é um saxofonista e compositor residente no Porto. Licenciado em Jazz-Performance pela ESMAE – Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo, estudou com Carlos Azevedo, Paulo Maciel, Nuno Ferreira, Michael Laurent, entre outros.
Participou na 1ª Big Band Nacional da Juventude dirigida por Pedro Moreira. Recebeu a distinção de solista revelação na 2ª Festa do Jazz do São Luiz.
Desde 2003 que integra a Orquestra de Jazz de Matosinhos.
Entre os músicos e projetos com quem tem vindo a documentar o seu trabalho, figuram Mário Barreiros, André Fernandes, Demian Cabaud, Diogo Vida, Iago Fernández, Susana Santos Silva, Baba Mongol, Low Budget Research Kitchen (música de Frank Zappa), Coreto, Gonçalo Marques ou Júlio Resende. Conta atualmente com cerca de vinte participações discográficas. Lidera o seu próprio quinteto, com quem gravou “Clepsydra” em 2012, e trabalha regularmente com um dos seus mais recentes grupos, o Ensemble Super Moderne, que lançou um álbum em 2014 com o mesmo nome.
É membro fundador da associação Porta Jazz, constituída por músicos de jazz e que tem por objectivo de dinamizar o panorama do jazz na cidade do Porto.

ANDRÉ FERNANDES
André Fernandes nasceu em Lisboa, Portugal.
É um guitarrista muito ativo que já tocou / gravou com músicos como Lee Konitz, Mário Laginha, Chris Cheek, Maria João, Cyro Baptista, Ohad Talmor, Tomasz Stanko, Bernardo Sassetti, Dan Weiss, Pete Rende, Bill McHenry, Jochen Rueckert, Perico Sambeat, Jeff Ballard, Julian Arguelles, David Binney, AviShai Cohen, Eli Degibri, Jorge Rossy, Carlos Barreto, Akiko Pavolka, Jarmo Savolainen, Phil Markowitz e João Paulo Esteves da Silva, entre muitos outros.
É membro regular da Orquestra de Jazz de Matosinhos (OJM) com quem trabalhou com Maria Schneider, Mark Turner, Joshua Redman, Maria João, John Hollenbeck e Maria Rita, para citar alguns.
Atua regularmente na Europa, EUA, América do Sul e África. Foi membro do Lee Konitz New Nonet, bem como da banda da cantora portuguesa Maria João e do artista Perico Sambeat.
Tem vários álbuns lançados em nome próprio e participou em mais de 40 gravações até à data.
His latest record, for british label Edition Records, is called “Dream Keeper” and features Perico Sambeat, Alexi Tuomarila, Demian Cabaud and Iago Fernandez.
O seu último trabalho, para a editora britânica Edition Records, intitulado “Dream Keeper” apresenta nomes como Perico Sambeat, Alexi Tuomarila, Demian Cabaud and Lago Fernandez.

DEMIAN CABAUD
Demian Cabaud nasceu em Buenos Aires, Argentina, em 1977, numa família onde não havia músicos. Descobriu a música sozinho aos 11 anos e começou a mergulhar nela, mais tarde apaixonou-se pelo som do contrabaixo e começou a estudar com Hernan Merlo, Miguel Angel Villarroel e nos últimos 10 anos com Alejandro Erlich Oliva.
Em 2001 mudou-se para Boston, Massachusetts, depois de receber uma bolsa de estudos da Berklee College of Music, onde se graduou em maio de 2003.
Em Boston teve contacto e aprendeu com grandes mestres, começou a atuar com muitos músicos talentosos e uma digressão levou-o a Portugal, em 2004 mudou-se para Lisboa e depois de 7 anos mudou-se para o Porto, onde vive com a sua família.
Demian é um artista muito ativo, tocou e gravou com musicos como Lee Konitz, Joe Lovano, Chris Cheek, Mark Turner, Bill Mchenry, Rich Perry, Rick Margitza, Seamus Blake, Ohad Talmor, Miguel Zenon, Perico Sanbeat, David Schnitter, Maria Schneider, Kurt Rosenwinkel, Gilad Hekselman, Phil Grenadier, Darren Barret, Russ Johnson, Jason Palmer, Jason Moran, Bill Carrothers, Leão Genovese, Bernardo Sasseti, Albert Sanz, Mario Laginha, Maria João, Maria João, Theo Bleckman, Sheila Jordan, Ra Kalam Bob Moses, Jeff Williams, John Riley, Jorge Rossy, Gerald Cleavert, Francisco Mela, Dan Weiss, Ari Hoenig Ferenc Nemeth, John Hollenbeck, entre muitos outros.
É professor no Conservatório do Porto (Esmae), Portugal, e em Siena Jazz master program, Italia.
Demian é membro regular da prestigiada Orquestra Jazz de Matosinhos da OJM há 16 anos.
Já tocou em mais de 70 discos e como líder lançou “Naranja” TOAP Records em 2008, “Ruínas” TOAP Records em 2010 e “How about you ?” TOAP Records em 2011, “En febrero” Fresh Sound New Talent Records 2013, “Off the ground” Robalo records 2016, “Astah” Carimbo Portajazz 2018, “A terra é de quem trabalha” Carimbo Portajazz 2018 e “Aparición” Carimbo Portajazz 2019, “Otro cielo” Carimbo Portajazz 2021.

MAIS * MORE
Bandcamp